Valor >> CSN: Moody’s rebaixa rating para ‘Caa2’, com perspectiva negativa

SÃO PAULO  –  A agência de classificação de risco Moody’s rebaixou o rating em escala global da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), passando de “Caa1” para “Caa2” e a nota em escala nacional da empresa, de “B3.br” para “Caa2.br”. A perspectiva de ambos os ratings permanece negativa.

Em nota, a Moody’s afirma que os rebaixamentos refletem a posição difícil de liquidez enfrentada pela CSN, exacerbada pelo fato de a empresa ainda não ter divulgado as demonstrações financeiras auditadas referentes ao ano fiscal de 2016.

A agência se diz preocupada quanto às potenciais pressões na liquidez da CSN decorrentes desse fato, mas reconhece que a empresa está focada nas ações que estão sob seu controle e trabalhando com o auditor para divulgar esse documento nos próximos meses. No entanto, a Moody’s pondera que, apesar de a CSN ter divulgado indicadores operacionais selecionados referentes à 2016 e ao primeiro trimestre de 2017, a companhia não está adequada aos padrões da CVM e da SEC (órgão regulador do mercado americano).

Segundo a agência, o rating “Caa2” reflete, num primeiro momento, os desafios enfrentados pela siderúrgica em seus mercados principais e a probabilidade de uma recuperação lenta nas métricas de crédito da empresa nos próximos 12 a 18 meses, além de sua estrutura de capital “insustentável”.

“A companhia dependerá de uma venda de ativos, um aumento de capital ou de um refinanciamento de dívida para reduzir seus níveis de endividamento”, diz a Moody’s, afirmando ainda que os ratings da CSN são pressionados por suas métricas de crédito enfraquecidas, alavancagem alta e indicadores fluxo de caixa deteriorados.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/empresas/5042372/csn-moody%3Fs-rebaixa-rating-para-%3Fcaa2%3F-com-perspectiva-negativa.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!