Jornal do Comércio >> Ministério investiga empresas aéreas por falta de assistência a passageiros

Agência Brasil

O Ministério da Justiça informou hoje (21) que abriu investigação para apurar a conduta das empresas aéreas Latam e Azul. Passageiros ficaram retidos em Bariloche, na Argentina, em razão da nevasca que afetou a Região Sul do Continente.

Segundo informações recebidas pela pasta, cerca de 9 mil pessoas teriam sido afetados e estariam sem adequada assistência. O ministério, via Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública, acionou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e o Ministério das Relações Exteriores para obter dados atualizados sobre a situação no aeroporto argentino e o tratamento dado às pessoas envolvidas.

As empresas Latam e Azul foram notificadas para apresentar as medidas tomadas quanto à assistência aos brasileiros e as ações para atender às demandas desses consumidores.

Nos dias 14 e 15 deste mês, auge da temporada de turismo na região, brasileiros relataram caos no aeroporto em Bariloche, por meio de redes sociais. Os relatos apontam falhas no fornecimento de informação a suporte aos passageiros pelas companhias aéreas. Na ocasião, a temperatura local chegou a -24,5°C e provocou o fechamento do aeroporto e o consequente atraso nos pousos e decolagens.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/07/jornal-do-comercio-ministerio-investiga-empresas-aereas-por-falta-de-assistencia-a-passageiros.br_conteudo/2017/07/economia/575272-ministerio-investiga-empresas-aereas-por-falta-de-assistencia-a-passageiros.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!