Valor >> Dólar fecha e queda após Câmara barrar investigação contra Temer

SÃO PAULO  –  O entendimento de que o governo Temer saiu da votação de ontem com mais condições de negociar a reforma da Previdência deu espaço para o dólar voltar a cair. A moeda fechou esta quinta-feira em baixa de 0,22%, a R$ 3,1128, menor patamar desde 16 de maio – antes, portanto, da eclosão da crise política.

Entre seus principais pares, o real foi destaque. O rand sul-africano, por exemplo, caía 1,6%, enquanto a rupia indiana cedia 0,2%. O peso mexicano perdia 0,18%.

A performance melhor do real “conversa” com a queda dos prêmios de risco tanto no CDS quanto na curva de juros, em meio à percepção de que o governo ganhou sobrevida e tem condições de obter os 308 votos mínimos necessários para aprovação de uma proposta de emenda constitucional pela Câmara dos Deputados.

O Crédit Agricole vê o placar da votação de ontem como indicativo de que Temer ainda possui governabilidade. Dessa forma, entende ser possível contar com a aprovação de alguma medida provisória de alívio às contas públicas – talvez até mesmo uma reforma da Previdência mais enxuta. Apesar de o placar a favor de Temer não ter ficado no topo das estimativas, fica a percepção de que o governo não enfrenta uma situação de paralisia que marcou a era Dilma/Levy.

“Para o mercado, o que fica é a ideia de que um governo de boas intenções econômicas conseguiu sobreviver. E isso sugere que os próximos dez meses ‘úteis’ de governo possam trazer novos avanços nas contas públicas”, diz Italo Lombardi, estrategista sênior de mercados emergentes do Crédit Agricole. O estrategista atribui viés de baixa à estimativa de dólar a R$ 3,40 até o fim do ano.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/financas/5067008/dolar-fecha-e-queda-apos-camara-barrar-investigacao-contra-temer.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!