Jornal do Comércio >> Dólar avança apoiado por payroll e perspectiva de reforma tributária nos EUA

O dólar avançou ante suas rivais nesta sexta-feira (4), impulsionado por dados positivos do mercado de trabalho dos Estados Unidos e comentários de uma autoridade do governo do presidente Donald Trump que reacenderam as esperanças de uma reforma tributária no país.

No fim da tarde em Nova o dólar avançava para 110,65 ienes, de 109,93 ienes na tarde de ontem; o euro caía para US$ 1,1779, de US$ 1,1886; e a libra recuava para US$ 1,3044, de US$ 1,3146.

Inicialmente, o avanço do dólar foi conduzido pela informação do Departamento do Trabalho dos EUA que o país adicionou 209 mil postos de trabalho em seu mercado em julho ante o mês anterior, superando as expectativas.

A divisa estendeu os ganhos ainda na manhã, após Gary Cohn, diretor do Comitê Nacional Econômico da Casa Branca, discutir a perspectiva para uma reforma tributária durante uma entrevista televisionada.

Cohn indicou que o plano tributário da Casa Branca incluirá incentivos para que as companhias americanas repatriem dinheiro. Analistas esperam que isso impulsione o dólar ao encorajar as companhias a trocarem moedas estrangeiras por dólar.

Expectativas de uma reforma tributária e estímulos fiscais sob o governo Trump ajudaram a impulsionar o dólar na sequência da eleição.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/577917-dolar-avanca-apoiado-por-payroll-e-perspectiva-de-reforma-tributaria-nos-eua.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!