Valor >> Eneva reduz prejuízo em 62,5% no 2º trimestre, para R$ 40,8 milhões

SÃO PAULO  –  A empresa de energia Eneva, antiga MPX, teve prejuízo de R$ 40,8 milhões no seguindo trimestre, com redução de 62,5% frente à perda líquida de R$ 108,7 milhões apurada um ano antes. Já o resultado recorrente ficou negativo em R$ 21 milhões, frente a R$ 57,7 milhões também negativos no mesmo intervalo de 2016.

A companhia, que prepara sua reestreia na bolsa de valores brasileira, registrou receita operacional líquida de R$ 485,5 milhões, equivalente a crescimento de 3,9%. Ao mesmo tempo, os custos operacionais caíram 5,1%, a R$ 285 milhões.

O resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida) recorrente ajustado teve retração de 4,1% no trimestre, a R$ 216,2 milhões, e o resultado financeiro líquido ficou negativo em R$ 132,6 milhões, ante R$ 178,5 milhões negativos um ano antes, diante da queda dos índices que corrigem os contratos de financiamento da companhia.

Conforme a Eneva, a geração líquida total no trimestre ficou em 1.223 GWh, com queda de 37% diante do menor despacho médio, principalmente das usinas do subsistema Norte. Houve aumento de 7% nas reservas remanescentes de gás natural, que atingiram 18,4 bilhões de metros cúbicos.

Ao fim de junho, a dívida líquida da companhia era de R$ 4,3 bilhões, comparável a R$ 4,61 bilhões um ano antes.

Os resultados foram publicados na madrugada de sábado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/empresas/5069386/eneva-reduz-prejuizo-em-625-no-2-trimestre-para-r-408-milhoes.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!