Jornal do Comércio >> Estaleiro Rio Grande demite em torno de 70 funcionários

Jefferson Klein

O Estaleiro Rio Grande, da companhia Ecovix, demitiu, nessa sexta-feira, aproximadamente 70 funcionários. O complexo está, no momento, inoperante e sem novas encomendas à vista; contudo, os empregados atuavam nas áreas de administração e manutenção.

O vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Rio Grande e São José do Norte, Sadi Machado, diz que a medida pegou os trabalhadores de surpresa. O sindicalista estima que ficaram atuando no estaleiro por volta de 60 pessoas e não descarta a possibilidade que mais desligamentos ocorram futuramente. Entretanto, Machado enfatiza que a chinesa Cosco aparece como uma possível investidora no empreendimento gaúcho, o que daria um novo fôlego ao Estaleiro Rio Grande. A Ecovix encontra-se em meio a um processo de reestruturação capitaneado pelo banco Brasil Plural.

Outra informação revelada pelo vice-presidente do sindicato dos metalúrgicos é que a Gerdau, até o final deste mês, deve cortar os módulos da plataforma de petróleo P-72 para utilizá-los como sucata. Procurada pela reportagem do Jornal do Comércio, através da sua assessoria de imprensa, a Gerdau informou que “participou do processo de licitação para a compra de sucata do Estaleiro Rio Grande, o qual encontra-se em andamento”. A Ecovix não se pronunciou sobre o assunto.

Quanto à P-71, que tem praticamente metade da obra realizada, Machado não perde a esperança que esse projeto ainda possa ser finalizado no Estado. A ações nessa plataforma foram interrompidas em dezembro. Nesse mesmo mês, a Ecovix demitiu cerca de 3,2 mil funcionários. Atualmente, no polo naval gaúcho estão sendo implementadas a P-75 e a P-77, no estaleiro da QGI, localizado em Rio Grande, e a P-74, pelo grupo EBR, em São José do Norte. Essas demandas deverão ser concluídas até o primeiro trimestre de 2018.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/577893-estaleiro-rio-grande-demite-em-torno-de-70-funcionarios.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!