Valor >> Eletropaulo prevê redução de R$ 200 mi em custos operacionais em 2017

SÃO PAULO  –  A Eletropaulo Metropolitana comunicou ao mercado na noite desta segunda-feira, por meio de Fato Relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que, dentro de seu Programa de Produtividade, projeta, em 2017, redução de R$ 200 milhões em custos operacionais.

O comunicado também informa que a companhia revisou suas projeções para o nível de sobrecontratação, o qual passou de 105,8% para 104,2%, referente ao ano 2017, e de 104,8% para 105,1% para o ano a de 2018.

Segue a íntegra do comunicado:

“FATO RELEVANTE

A ELETROPAULO METROPOLITANA ELETRICIDADE DE SÃO PAULO S.A. (“AES ELETROPAULO” ou “Companhia”) (B3: ELPL4; ELPL3), em cumprimento ao disposto no § 4º do artigo 157 da Lei nº. 6.404/76 e nos termos da Instrução CVM nº 358, de 03 de janeiro de 2002, e demais disposições aplicáveis, comunica aos seus acionistas que:

(i) Em relação ao Programa de Produtividade: a administração da AES Eletropaulo segue comprometida e focada em seu objetivo principal de criar valor da Companhia e, consequentemente, criar valor a todos seus acionistas, divulga o detalhamento das projeções (1) para o seu Programa de Produtividade para o ano de 2017, prevendo a seguinte redução dos custos operacionais:

a. Redução de R$ 200 milhões em 2017 detalhados em:

− R$ 77 milhões realizados no segundo trimestre de 2017;

− R$ 80 milhões no terceiro trimestre de 2017; e

− o restante no quarto trimestre de 2017.

A Companhia ratifica que as principais alavancas de seu Programa de Produtividade estão centradas na (i) recuperação dos indicadores de qualidade, com desenvolvimento de novas tecnologias e inovação de sua rede e eficácia no atendimento; (ii) gestão da receita da Companhia, com adoção de novas práticas para redução de indicadores de inadimplência e perdas; e (iii) aumento da satisfação do cliente por meio da excelência dos serviços prestados.

A AES Eletropaulo reitera que mantém seus compromissos com a recuperação dos indicadores de qualidade e satisfação de seus clientes. A redução prevista em seu Programa de Produtividade é fruto da maior eficiência em processos e dos resultados positivos dos investimentos em sua rede.

(ii) Em relação à sobrecontratação: a Companhia revisou suas projeções para o nível de sobrecontratação divulgadas em Fato Relevante na data de 25 de maio de 2017, o qual passou de 105,8% para 104,2%, referente ao ano 2017, e de 104,8% para 105,1% para o ano de 2018.

A revisão apresentada é reflexo:

a. das ações empreendidas pela Companhia, tais como a participação nos leilões do Mecanismo de Compensação de Sobras e Déficits (“MCSD”), as negociações bilaterais com geradores de energia e revisão na projeção do crescimento do mercado total da AES Eletropaulo;

b. da revisão das projeções de crescimento para 2017, em relação ao ano de 2016, de 0,8% a 1,2%, para 0,6% a 1,0%.

Não obstante a Companhia ter realizado seus maiores esforços para a redução de seu nível de contratação, a Companhia reforça, ainda, que, como resultado de sua avaliação em relação à natureza da sobrecontratação, entende que toda a parcela acima do limite regulatório de 105% é involuntária e será, portanto, repassada às tarifas nos processos de reajuste tarifário, devendo esse montante, portanto, ser reconhecido como um Ativo Financeiro Setorial, de forma a preservar o equilíbrio econômico-financeiro da concessão.

Por fim, a Companhia esclarece que, desde agosto de 2015, atua junto à Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL e ao Ministério de Minas e Energia – MME, na busca por alternativas para redução de sua exposição a um nível de contratação inferior a 105%.

Tais projeções serão incluídas na seção 11 do Formulário de Referência da Companhia, e disponíveis no site da CVM em http://www.cvm.gov.br/ e no site da Companhia em http://ri.aeseletropaulo.com.br/.

(1) – Os valores são em termos reais ponderados pela alíquota efetiva mensal (IPCA em relação aos custos de pessoal e IGP-M para demais custos), excluindo fundo de pensão e em comparação com as despesas operacionais de 2016.

07/08/2017 22:46:59

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/empresas/5071352/eletropaulo-preve-reducao-de-r-200-mi-em-custos-operacionais-em-2017.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!