Jornal do Comércio >> Ouro fecha em alta em Nova Iorque, com dólar mais fraco e tensão geopolítica

O contrato futuro de ouro fechou em alta nesta sexta-feira (11), atingindo o maior nível desde o início de junho, ainda beneficiado pela maior demanda por ativos considerados seguros, após a escalada de tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte. Além disso, o enfraquecimento do dólar continuou a favorecer os preços do metal precioso.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato pra dezembro fechou em alta de 0,30%, a US$ 1.294,00 por onça-troy.

O movimento ascendente nos preços do ouro ocorreu após o presidente americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, continuarem a trocar ameaças devido ao desenvolvimento do programa nuclear de Pyongyang. Na quinta-feira, Trump disse que talvez sua advertência anterior de “fogo e fúria” não tenha sido captada pela Coreia do Norte.

O metal precioso também foi ajudado pela desaceleração do dólar em relação a outras moedas fortes, como o euro e o iene. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos EUA teve alta de 0,1% em julho, na comparação com o mês anterior, enquanto analistas consultados pela Dow Jones Newswires esperavam alta maior, de 0,2%.

No entanto, para alguns analistas, se o risco geopolítico se dissipar, os ganhos recentes do ouro poderiam ser revertidos rapidamente. “Se a tensão arrefecer, esperamos que os preços do ouro recuem bem rapidamente”, afirmou Caroline Bain, economista de commodities da Capital Economics.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/579204-ouro-fecha-em-alta-em-nova-iorque-com-dolar-mais-fraco-e-tensao-geopolitica.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!