Jornal do Comércio >> Bolsas da Europa caem, ainda com tensão entre EUA e Coreia do Norte

Os mercados acionários europeus fecharam novamente no vermelho nesta sexta-feira (11) alcançando o menor nível em cinco semanas, devido à renovação de ameaças entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a Coreia do Norte.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em baixa de 1,09% (-4,10 pontos), aos 371,95 pontos. Na semana, o índice perdeu 2,77%.

Trump voltou a afetar os mercados globais, ao dizer, na tarde de quinta-feira, que talvez o alerta de “fogo e fúria” lançado contra a Coreia do Norte não tenha sido forte o suficiente e que Pyongyang deveria mudar sua postura “ou enfrentará problemas como poucas nações já tiveram”. Ele disse, ainda, que o arsenal nuclear americano está em um “nível excelente”, mas ponderou ao dizer que, se pudesse, gostaria de desnuclearizar o mundo.

A troca de farpas entre Washington e o regime de Kim Jong-un renovou os temores dos investidores, e fez com que uma fuga para ativos de segurança se desencadeasse nesta semana. Em vez de ações, metais preciosos, como o ouro, e moedas como o iene e o franco suíço tiveram forte procura.

Único indicador relevante do dia, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha subiu 0,4% em julho ante junho e registrou alta de 1,7% na comparação anual, segundo dados finais publicados pela agência de estatísticas do país, a Destatis. O resultado veio em linha com as expectativas de analistas consultados pelo Wall Street Journal e com as estimativas preliminares, que foram divulgadas no fim de julho.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou em queda de 1,08%, aos 7.309,96 pontos. Na semana, as perdas foram de 2,69%. Entre os bancos, o Lloyds caiu 0,29%, o Barclays baixou 2,66% e o HSBC recuou 1,68%. Já o índice DAX, da bolsa de Frankfurt, fechou estável, aos 12.014,06 pontos. Enquanto bancos como Deutsche Bank (-1,39%) e Commerzbank (-1,60%) recuaram, a E.ON apresentou ganhos de 1,52%. Na semana, o DAX perdeu 2,31%.

Na bolsa de Milão, o índice FTSE-Mib apresentou baixa de 1,51%, aos 21.354,02 pontos, com queda semanal de 2,65%. Entre os bancos, Intesa Sanpaolo perdeu 1,04% e o Unicredit cedeu 1,13%. Já o índice CAC-40, da bolsa de Paris, fechou em queda de 1,06%, aos 5.060,91 pontos, com baixa semanal de 2,74%. O Société Générale fechou com recuo de 1,41% e o BNP Paribas teve perda de 1,50%.

O índice Ibex-35, da bolsa de Madri, fechou em queda de 1,60%, aos 10.282,90 pontos, com perda semanal de 3,52%. Já em Lisboa, o índice PSI-20 cedeu 0,97%, aos 5.201,59 pontos, com baixa semanal de 0,98%. 

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/579189-bolsas-da-europa-caem-ainda-com-tensao-entre-eua-e-coreia-do-norte.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!