Jornal do Comércio >> Petróleo fecha em alta, impulsionado por fraqueza do dólar

Os contratos futuros de petróleo encerraram o pregão desta sexta-feira (11), em alta, impulsionados pela fraqueza do dólar. Influenciaram ainda as negociações os dados da Agência Internacional de Energia (AIE), que saíram na madrugada, e o relatório semanal da Baker Hughes.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para setembro fechou em alta de US$ 0,23 (+0,47%), a US$ 48,82 por barril. Na semana, houve queda de 0,42%. Na Intercontinental Exchange (ICE), o petróleo Brent para outubro fechou em alta de US$ 0,20 (+0,39%), a US$ 52,10 por barril. Na semana, houve alta de 0,17.

Durante a manhã, os preços do petróleo operaram em queda, influenciados pelo relatório mensal da AIE. A agência afirmou que revisões dos números de 2015 mostravam um corte em sua estimativa para a demanda global por petróleo de 330 mil barris por dia para o período entre 2015 e 2018. Por outro lado, a AIE também apontou que o crescimento na demanda neste ano estava superando suas expectativas.

No entanto, a fraqueza do dólar ajudou a impulsionar os preços de commodities, como o petróleo. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos teve alta de 0,1% em julho ante o mês anterior, enquanto analistas esperavam um avanço maior, de 0,2%.

Já o relatório semanal da Baker Hughes mostrou que o número de poços e plataformas de petróleo em atividade nos EUA subiu 3 na última semana, para 768. Na semana anterior, o número havia caído 1, para 765.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/579273-petroleo-fecha-em-alta-impulsionado-por-fraqueza-do-dolar.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!