Valor >> Triunfo encerra revisão interna após operação da Polícia Federal

SÃO PAULO  –  A Triunfo Participações e Investimentos, operadora de projetos de infraestrutura, informou ao mercado na noite desta sexta-feira, por meio de Fato Relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que foi encerrado o trabalho de revisão interna realizado pelo escritório Souza, Cescon, Barrieu e Flesch Advogados e pela ICTS Global Serviços de Consultoria em Gestão de Riscos Ltda. para apurar a natureza, extensão e impacto dos fatos relacionados, porém não limitados, aos mandados de busca e apreensão de documentos cumpridos pela Polícia Federal em 10 de novembro de 2016.

De acordo com o comunicado, “foi apresentado ao Conselho de Administração da companhia o Relatório de Revisão Interna, contendo o resultado do trabalho realizado dentro do escopo acordado entre as partes. Foram sugeridas medidas e procedimentos para melhoria dos controles internos da companhia e de determinadas subsidiárias, os quais já estão em estágio de implantação. A companhia, até a data de divulgação deste Fato Relevante, não tem conhecimento de nenhuma ação ou denúncia em que figure como ré e/ou investigada decorrente do evento de busca e apreensão realizado pela Polícia Federal”.

A operação de busca e apreensão na empresa deu-se no âmbito da 36ª fase da Operação Lava-Jato, batizada de Dragão, que investigou denúncias de o advogado Rodrigo Tacla Durane ter lavado mais de R$ 56 milhões para empreiteiras como UTC, Mendes Junior e Odebrecht, segundo o Ministério Público Federal. A atuação criminosa atribuída a Rodrigo Duran foi revelada pelo delator da Odebrecht Vinicius Veiga Borin.

A seguir, a íntegra do comunicado:

“FATO RELEVANTE

ENCERRAMENTO DA REVISÃO INTERNA

São Paulo, 11 de agosto de 2017 – A TPI – Triunfo Participações e Investimentos S.A. (“Triunfo” ou “Companhia”) (B3: TPIS3) comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral, em continuidade ao Fato Relevante publicado em 06 de fevereiro de 2017, que o trabalho realizado pelo escritório Souza, Cescon, Barrieu e Flesch Advogados e pela ICTS Global Serviços de Consultoria em Gestão de Riscos Ltda. para apurar a natureza, extensão e impacto dos fatos relacionados, porém não limitados, aos mandados de busca e apreensão de documentos cumpridos pela Polícia Federal em 10 de novembro de 2016, foi encerrado. Foi apresentado ao Conselho de Administração da Companhia o Relatório de Revisão Interna, contendo o resultado do trabalho realizado dentro do escopo acordado entre as partes.

Foram sugeridas medidas e procedimentos para melhoria dos controles internos da Companhia e de determinadas subsidiárias, os quais já estão em estágio de implantação.

A Companhia, até a data de divulgação deste Fato Relevante, não tem conhecimento de nenhuma ação ou denúncia em que figure como ré e/ou investigada decorrente do evento de busca e apreensão realizado pela Polícia Federal.”

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/empresas/5077492/triunfo-encerra-revisao-interna-apos-operacao-da-policia-federal.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!