Jornal do Comércio >> Incorporadoras registram mais um trimestre de perdas

A maioria das incorporadoras do país teve mais um trimestre de resultados negativos: Tecnisa, Cyrela, Gafisa, Direcional e Rodobens registraram prejuízo entre abril e junho. As perdas das empresas decorreram sobretudo do encolhimento de suas operações, o que inibiu a diluição das despesas. Distratos (desistência de contratos de compra) e queda no faturamento também prejudicaram.

A Tecnisa encerrou o período com prejuízo líquido de R$ 139,9 milhões, conforme balanço publicado ontem. O prejuízo foi 52,5% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando ficou em R$ 91,8 milhões. No acumulado do semestre, as perdas cresceram 127,6%, totalizando R$ 203,4 milhões. O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado ficou negativo em R$ 85,185 milhões, piora de 18,5%.

Já o prejuízo da Cyrela ficou em R$ 141 milhões, ante lucro de R$ 44,7 milhões no segundo trimestre de 2016. No semestre, as perdas acumuladas ficaram em R$ 137 milhões. A incorporadora Gafisa encerrou o segundo trimestre com prejuízo líquido consolidado de R$ 180 milhões, o que representa um crescimento de 368% nas perdas em comparação com o mesmo período do ano passado. A Alphaville, empresa de loteamentos em que a Gafisa detém participação, respondeu por R$ 35,8 milhões do prejuízo no trimestre. O resultado da companhia também sofreu um impacto negativo de R$ 9,54 milhões devido à baixa nas operações da ex-susidiária Tenda, resultado do processo de separação da construtora concluído em maio.

A Direcional, por sua vez, apresentou prejuízo de R$ 29,7 milhões, revertendo o lucro de R$ 22 milhões do segundo trimestre de 2016. Influenciadas pela variação negativa do IGP-M e por descontos financeiros concedidos no período, as perdas da Rodobens subiram 35%, chegando a R$ 35 milhões. 

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/579144-incorporadoras-registram-mais-um-trimestre-de-perdas.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!