Jornal do Comércio >> Em linha com valorização das bolsas no exterior, Bovespa avança

A Bovespa abriu em alta e, na máxima intraday, marcou 68.740 pontos em alta de 0,67% na manhã desta terça-feira (15). A valorização está alinhada com os ganhos desde cedo das bolsas da Europa e nos índices acionários futuros em Nova Iorque, sensíveis à tensão reduzida entre Estados Unidos e a Coreia do Norte. O mercado à vista em Manhattan também abriu em alta às 10h30min.

A cena externa favorável para os mercados de ações contrasta com o noticiário interno, onde a Polícia Federal e a Receita Federal cumprem 153 mandados em operação contra lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Além disso, a atual gestão das contas públicas brasileiras mantém o investidor em estado de alerta. A equipe econômica prometeu uma trajetória de queda do déficit fiscal, não entregou e ainda se vê num embate em Brasília para definir o rumo da meta para 2017 e 2018.

Como escreveram os analistas da corretora Elite, a equipe coordenada pelos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, enfrenta a pressão por uma meta de “rombo ainda maior (R$ 170 bilhões) para que possa haver mais gastos em um momento pré eleitoral”. “Outro problema que a equipe econômica deve levar em conta é que a receita do Refis, por pressão do Congresso, deve ser mesmo reduzida”, escreveram os analistas da Elite.

No câmbio, um fluxo de venda de exportador no mercado à vista tirou a força do dólar ante o real mas de forma tênue. “Tem tido fluxo de venda, mas nada expressivo, porque até mesmo o exportador está na defensiva aguardando o anúncio das metas de 2017 e 2018”, afirma o diretor da corretora Correparti, Jefferson Rugik. Na última hora, os juros futuros também perderam força, acompanhando o movimento do dólar.

Às 10h44min, o Ibovespa subia 0,57% aos 68.671,45 pontos. Quase todas as blue chips colaboravam para a alta do índice, exceto a ON da Vale, que recuava 1,44% nessa terça-feira de fechamento em queda (-1,38%) do minério de ferro no mercado à vista chinês (porto de Qingdao).

Apesar da queda do petróleo, as ações da Petrobras voltaram a subir, depois de alternar-se entre altas e baixas.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/579684-em-linha-com-valorizacao-das-bolsas-no-exterior-bovespa-avanca.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!