Jornal do Comércio >> Ouro fecha em alta, após crise envolvendo Trump e ata do BC americano

O contrato futuro de ouro fechou em alta nesta quinta-feira (17), influenciado pela mais nova crise envolvendo o governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Pesou, ainda, a divulgação da ata da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para dezembro avançou 0,74%, aos US$ 1.292,40 por onça-troy.

Trump se envolveu em uma nova polêmica, após os episódios de violência vistos no fim de semana em Charlottesville, na Virgínia. O fato do presidente ter atribuído a violência aos dois lados, e não apenas a manifestantes racistas, fez com que diversos empresários deixassem dois conselhos consultivos da Casa Branca.

Na quarta-feira, Trump decidiu encerrar as atividades desses fóruns, após a debandada de executivos. Nesta quinta, ele voltou ao assunto no Twitter, atacando um senador republicano que o criticou e também dizendo que a imprensa reportou de forma errada sua fala.

Também pesou sobre o dólar e impulsionou ativos seguros, como o ouro, rumores de que importantes funcionários da Casa Branca poderiam deixar o governo devido ao mal-estar gerado pelo presidente. Entre eles, estaria Gary Cohn, o diretor do Conselho Econômico Nacional, e peça importante para a agenda econômica de Trump.

A Casa Branca, no entanto, negou que Cohn irá sair do governo, mas isso não impediu que o dólar perdesse força, assim como os rendimentos dos Treasuries, devido à procura por maior segurança.

Além da crise política, a ata da reunião mais recente de política monetária do Federal Reserve, que mostrou uma divisão entre os dirigentes sobre se a inflação mais fraca nos Estados Unidos é temporária ou um sinal de fraqueza econômica. Isso fez com que alguns investidores e analistas vissem a possibilidade de um período mais longo sem elevações nas taxas de juros, o que apoia os preços do ouro. “O mercado de ouro ontem e no dia anterior estava aguardando notícias muito piores do Fed”, disse George Gero, diretor-gerente da RBC Capital Markets.

Gero disse que vê os preços do ouro atingindo US$ 1.300 por onça-troy antes do fim deste ano, observando que os comentários recentes do presidente da unidade de Nova Iorque do Fed, William Dudley, de que espera outra alta nos juros ainda em 2017, tenha colocado alguns investidores em alerta antes da divulgação da ata. 

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/580281-ouro-fecha-em-alta-apos-crise-envolvendo-trump-e-ata-do-bc-americano.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!