Jornal do Comércio >> Henrique Meirelles faltará a reunião dos Brics para acompanhar assuntos internos

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, permanecerá no País em vez de acompanhar o presidente da República, Michel Temer, na reunião de cúpula dos Brics, que reunirá os líderes de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul de 3 a 5 de setembro, na cidade chinesa de Xiamen.

De acordo com a assessoria de imprensa do ministro, ele ficará para acompanhar uma “série de questões que exigem sua presença”, como as negociações com o Congresso sobre as propostas do Refis, da reoneração da folha de pagamentos e da reforma da Previdência. O secretário de Assuntos Internacionais da pasta, Marcello Estevão, é quem representará o ministério na viagem.

A previsão é que Meirelles participe do encontro dos presidentes de bancos centrais e ministros da Fazenda do G20, grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo, marcado para ocorrer em outubro, em Washington, nos EUA. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, também deve participar do evento. Assim como ocorreu em Goa, na Índia, em outubro do ano passado, Temer participará do encontro dos Brics sem a presença do primeiro escalão da equipe econômica.

Meirelles desistiu de se juntar à comitiva brasileira no encontro da cúpula dos Brics de Goa uma semana antes do evento para acompanhar a votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, conhecida como PEC do Teto dos Gastos, que tramitava no Congresso na ocasião. O governo saiu vitorioso e aprovou um limite para o crescimento dos gastos públicos federais.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/580783-henrique-meirelles-faltara-a-reuniao-dos-brics-para-acompanhar-assuntos-internos.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!