Valor >> S&P pode alterar rating do Brasil antes das eleições

SÃO PAULO  –  Uma ação de rating envolvendo o Brasil pode acontecer a qualquer momento, até mesmo antes da disputal eleitoral de 2018, afirma Roberto Sifon, diretor-geral de ratings soberanos e finanças públicas para as Américas da S&P Global Ratings.

Em conversa com jornalistas, o especialista destacou que o tempo previsto para a próxima avaliação da nota brasileira é de seis a nove meses, isto é, antes das eleições. “Ainda precisamos ver o que acontece. É a realidade de trabalhar em mercados emergentes, as questões se movem de maneira muito fluida, muito rapidamente”, diz.

Sifon evitou comentar sobre a situação, de fortalecimento ou fraqueza, da equipe econômica liderada pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. “Não queremos personalizar o processo de ajuste”, diz o especialista. Ele lembra que, quando Joaquim Levy saiu do ministério da Fazenda, a S&P não mudou o rating, assim como quando ele chegou. “No fim do dia, não fazemos isso porque sabemos que uma coisa é a personalidade, outra é o que ela pode fazer e outra é o que consegue fazer”, acrescenta. “Damos crédito para boas ações e temos visto boas ações”.

Agora, se isso vai dar em resultados concretos é o que Sifon aguarda para ver. “Não é a pessoa, mas a direção”, acrescenta.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/financas/5090560/sp-pode-alterar-rating-do-brasil-antes-das-eleicoes.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!