Jornal do Comércio >> Custo de produção das lavouras recua 4,91% em 2017

Durante o mês de julho, o Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP), que avalia os custos de produção nas lavouras, teve queda de 0,22%. De acordo com a Federação da Agricultura do Estado (Farsul), o câmbio foi determinante para a queda, pois os preços dos agroquímicos ajudaram na desaceleração. Já o Índice de Preços Recebidos pelo Produtor (IIPR) teve elevação de 2,42% em julho, terceira alta consecutiva após 10 meses de queda.

No ano, o IICP apresenta deflação de 4,91%. Nos últimos 12 meses, o recuo é de 3,39%. Os fertilizantes são o insumo com maior retração nos preços, chegando ao recuo de 15%. Em julho, os produtos mais valorizados ao produtor foram o trigo (5,3%) e o soja (3,3%). Contudo, o índice geral acumula queda de 13,4% desde janeiro, e 20,6%, de agosto de 2016 a julho deste ano.

No confronto com o índice oficial de inflação, o IPCA dos alimentos apresenta queda de 0,50% no ano, enquanto o índice geral acumula alta de 1,43%.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/581245-custo-de-producao-das-lavouras-recua-4-91-em-2017.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!