Jornal do Comércio >> Ouro fecha em leve alta em meio a queda de apetite por risco

O ouro fechou em leve alta nesta quarta-feira, impulsionado pelo menor apetite por risco do mercado e pelo recuo do dólar em relação a outras moedas consideradas fortes.

O contrato com vencimento em dezembro negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), subiu 0,28%, para US$ 1.294,70 por onça-troy.

O mercado mostrou cautela nesta quarta, enquanto aguarda pelos discursos de autoridades monetárias no simpósio de Jackson Hole, no Wyoming, que começa na quinta. Os investidores ficarão atentos a pistas sobre mudanças na política monetária. Uma sinalização de aperto de juros pode pressionar o dólar, que, por sua vez, resulta em força para o metal amarelo, pois o torna mais barato para compradores estrangeiros.

Na sexta-feira, quando a presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Janet Yellen, e o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, discursam, o ouro deverá mostrar mais ação.

O metal poder subir mais se Yellen e Draghi “reiterarem suas perspectivas dovish [mais leves]em meio a preocupações com os dados de inflação, cujas previsões estão suaves”, segundo Edward Meir, consultor independente de commodities na INTL FCStone.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/581300-ouro-fecha-em-leve-alta-em-meio-a-queda-de-apetite-por-risco.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!