Valor >> Mercado segue otimista e fecha acima dos 70 mil pontos; Eletrobras cai

SÃO PAULO  –  A bolsa de valores resistiu à tendência de realização de lucros depois da alta de ontem e sustentou o patamar dos 70 mil pontos ajudada por uma série de notícias positivas. O Ibovespa encerrou o pregão com alta de 0,67% aos 70.478 pontos e movimentou R$ 6,3 bilhões. O destaque do dia foram as ações do setor de siderurgia.

Entre os fatores que animaram os investidores está a aprovação da TLP (Taxa de Longo Prazo) em comissão especial mista por 17 votos favoráveis e 6 contrários. A proposta agora segue para o plenário da Câmara dos Deputado e, depois, para o Senado. A MP perde validade em 6 de setembro se não for aprovada pelas duas casas. A medida é vista como positiva pelos investidores porque vai diminuir o subsídio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) ao setor privado.

Outra notícia positiva para os investidores foi o anúncio do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) que aprovou a inclusão de mais R$ 44 bilhões de investimentos a serem contratos até 2018. Serão oferecidos à iniciativa privada 13 aeroportos e mais Congonhas, em São Paulo. Também entraram no programa de concessões a BR-153 e a BR-364, e a hidrelétrica de Jaguara, da Cemig. Onze lotes de linhas de transmissão devem ser vendidos em leilão e haverá a desestatização da Casa da Moeda.

As ações da Cemig, que chegaram a subir 4,87% durante o dia, desaceleraram a alta após o anúncio do PPI e fecharam com valorização de 0,81%.

No meio da tarde, a notícia de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu entrevista à agência de notícias Reuters afirmando que “ninguém é insubstituível”, sinalizando que poderá não disputar as eleições presidenciais do próximo ano agradou os investidores. O ex-presidente percorre o Nordeste em uma caravana de pré-campanha e está em Alagoas.

As ações do setor siderúrgico tiveram as maiores valorizações do pregão. A maior alta do dia ficou com o papel preferencial da Gerdau Metalúrgica, com ganho de 7,42%. A alta do papel foi intensificada faltando trinta minutos para o fechamento do pregão, após a empresa ter anunciado uma teleconfêrencia com a imprensa, amanhã, às 9h30, para fazer uma “divulgação referente à sua governança”.

As ações da Usiminas subiram 3,85%, Gerdau ganhou 2,46% e a CSN subiu 2,35%. Os papéis das companhias europeias do setor fecharam em alta e ajudaram na valorização das ações aqui. Em Londres, as ações da Antofagasta subiram 2,3%, enquanto a Rio Tinto avançou 2,1%. “Ontem, tivemos números anuais muito sólidos da BHP Billiton, e hoje, houve aumento da demanda pelas ações das empresas do setor”, aponta um analista do setor. Recentemente, as três empresas anunciaram reajustes de preços. Além disso, ontem, o Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda) divulgou que espera um aumento de 5% nas vendas em agosto em relação ao mês anterior.

As ações PNA da Vale subiram 1,59% e os papéis ON tiveram alta de 2,13%. A alta no preço do petróleo no mercado internacional ajudou as ações da Petrobras, que fecharam com comportamentos distintos. Os papéis preferenciais tierma leve baixa de 0,22% e as ações ordinárias subiram 0,07%. Os papéis do setor financeiro também subiram e o destaque foram as ações do Itaú Unibanco, que ganharam 1,09%

As maiores quedas do dia ficaram com os papéis da Eletrobras. As ações ON recuaram 11,04% e os papéis PNB tiveram baixa de 9,13%, depois das altas de ontem após o anúncio de privatização da companhia.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/financas/5092256/mercado-segue-otimista-e-fecha-acima-dos-70-mil-pontos-eletrobras-cai.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!