Jornal do Comércio >> Endividamento das famílias sobe a 41,6% em junho, revela Banco Central

O endividamento das famílias brasileiras com o sistema financeiro passou de 41,5% em maio para 41,6% em junho, conforme dados divulgados nesta quinta-feira (24) pelo Banco Central, por meio da Nota de Política Monetária e Operações de Crédito de julho. Se forem descontadas as dívidas imobiliárias, o endividamento foi de 23,1% para 23,2% no mesmo período.

O cálculo do BC leva em conta o total das dívidas dividido pela renda no período de 12 meses. Além disso, incorpora os dados da Pesquisa Nacional de Amostragem Domiciliar (Pnad) contínua e da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), ambas do IBGE.

Segundo o BC, o comprometimento de renda das famílias com o Sistema Financeiro Nacional (SFN) passou de 21,3% em maio para 21,1% em junho. Descontados os empréstimos imobiliários, o comprometimento da renda foi de 18,7% para 18,5%.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/581522-endividamento-das-familias-sobe-a-41-6-em-junho-revela-banco-central.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!