Jornal do Comércio >> Preços de salas e conjuntos comerciais recuam

O mercado de salas e conjuntos comerciais permanece sob pressão, com recuo nos preços médios de venda e locação em julho, de acordo com pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) a partir dos anúncios no site Zap Imóveis. O levantamento engloba escritórios de até 200 metros quadrados em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.

O preço médio anunciado de venda dos imóveis comerciais nessas cidades recuou 0,11% em julho na comparação com junho. No acumulado dos primeiros sete meses do ano, a retração já atingiu 2,28%, enquanto nos últimos 12 meses houve baixa de 4,08%.

Em julho, a queda nos preços de venda foi puxada pelo resultado negativo do Rio de Janeiro, onde houve retração de 1,01%, e em Porto Alegre, que teve baixa de 0,11%. Já nas cidades de São Paulo e Belo Horizonte, houve alta de 0,15% e 0,54%, respectivamente.

O preço médio anunciado de aluguel das salas e conjuntos comerciais em julho sofreu queda de 0,67% em comparação com junho. Nos primeiros sete meses do ano, a baixa atingiu 2,59%, enquanto no acumulado dos últimos 12 meses, a retração foi de 5,55%.

Em julho, as quatro cidades cobertas pela pesquisa registraram queda nos preços de locação: Rio de Janeiro (-0,82%), São Paulo (-0,69%), Belo Horizonte (-0,77%) e Porto Alegre (-0,01%).

 

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/08/jornal-do-comercio-precos-de-salas-e-conjuntos-comerciais-recuam.br_conteudo/2017/08/economia/581346-precos-de-salas-e-conjuntos-comerciais-recuam.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!