Jornal do Comércio >> Venda de ações da Eletrobras depende da entrada de investidores

O governo só venderá ações da Eletrobras se a entrada de investidores no processo de abertura de capital for insuficiente para que a União fique com menos de 50% das ações na distribuição final da companhia, disse ontem o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Segundo ele, a venda direta de parte das ações da União da companhia só será realizada em último caso.

“A ideia que foi colocada aqui no Conselho (de Parceria Público-Privada) é que, inicialmente, não tenha venda de nenhuma ação (da Eletrobras) por parte da União, do Bndes e dos fundos (de pensão). Porém, se a diluição de capital por emissão de novas ações não for suficiente para a perda do controle, podemos, sim, colocar algumas ações à venda, mas não é essa a proposta inicial. Queremos diluir o controle. Se isso não for suficiente, depois será feita uma venda”, declarou o ministro.

No início da próxima semana, informou o ministro, o governo detalhará o modelo de desestatização da Eletrobras. “A venda de ação não conta para abater do cálculo primário. Essa oferta vai ser feita ao mercado, mas a modelagem de como será feita ainda está sendo discutida com os ministérios do Planejamento e da Fazenda”, acrescentou Coelho Filho.

Ao todo, existem duas maneiras pela qual a companhia pode ser desestatizada. A primeira é a venda direta de parte das ações do governo até que a União fique com menos de 50% da empresa. A segunda é a abertura de capital por meio da qual investidores privados injetam dinheiro na companhia na bolsa de valores.

A União, mesmo que mantenha as ações existentes, fica com menos de 50% dos papéis da empresa porque o capital total aumentou. Em nenhuma das duas modalidades, o governo arrecada recursos para cobrir o déficit primário.

 

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/08/jornal-do-comercio-venda-de-acoes-da-eletrobras-depende-da-entrada-de-investidores.br_conteudo/2017/08/economia/581453-venda-de-acoes-da-eletrobras-depende-da-entrada-de-investidores.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!