Jornal do Comércio >> Dólar amplia perdas e euro bate máximas com simpósio de Jackson Hole

O dólar recuou em relação aos seus pares nesta sexta-feira (25), conforme o euro disparou rumo ao maior nível ante a moeda americana desde 2015. O mercado de câmbio foi o mais afetado pelo simpósio de Jackson Hole nesta sexta-feira, após líderes de autoridades monetárias evitarem tecer previsões sobre os juros.

Ao final da tarde em Nova Iorque, o dólar caía a 109,23 ienes, de 109,52 ienes na tarde de ontem. Já o euro disparou a US$ 1,1928, de US$ 1,1801.

Os investidores passaram a semana esperando pelos discursos da presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Janet Yellen, e do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, sob a expectativa de que eles dessem alguma pista sobre mudanças na política monetária.

As expectativas, no entanto, foram frustradas, já que nenhum dos dois sequer tocou no assunto. Assim, as apostas de mais uma alta nos juros dos EUA ainda neste ano esfriaram, o que pressiona o dólar, pois o torna menos interessante para investidores que buscam lucros por meio de juros.

As perdas do dólar se intensificaram após o discurso de Draghi, que reconheceu que a recuperação da zona do euro está aumentando. Expectativas de que o BCE anuncie uma redução no seu programa de compra de ativos já levou o euro a subir quase 15% ante o dólar neste ano.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/581941-dolar-amplia-perdas-e-euro-bate-maximas-com-simposio-de-jackson-hole.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!