Jornal do Comércio >> Produtores intensificam plantio do milho no Rio Grande do Sul

Com a volta das chuvas nas últimas semanas, se intensificou o plantio do milho nas áreas próximas ao rio Uruguai, no Norte e no Noroeste do Rio Grande do Sul. Nessa região, segundo relatos dos extensionistas do Escritório Regional de Santa Rosa da Emater, a área já semeada alcança cerca de 50 mil hectares.

De acordo com o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater nesta quinta-feira, as lavouras apresentam bom desenvolvimento inicial e stand de população de plantas satisfatório. Para esta safra, os produtores esperam alcançar produtividades médias em torno dos 7 mil quilos por hectare, incluindo as áreas de milho irrigado e não irrigado. Nas primeiras lavouras desta safra, o plantio foi antecipado em final de julho, apresentando boa germinação e stand de plantas, e já vêm recebendo a primeira adubação nitrogenada em cobertura.

A expectativa de bom rendimento infelizmente não acompanha à da área a ser plantada, que vem apresentando nítida tendência de diminuição em relação à safra passada. Tal cenário é recorrente, em maior ou menor escala, em praticamente todas as regiões produtoras, devido ao baixo preço recebido pelos produtores do grão e a concorrência com a soja, que apresenta maior liquidez na venda e menor custo de produção por unidade de área em comparação com o milho.

O preço pago aos produtores que têm milho da safra passada para venda está em apenas R$ 23,00 por saca de 60 quilos, contra os R$ 60,00 pela mesma quantidade de soja.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/581667-produtores-intensificam-plantio-do-milho-no-rio-grande-do-sul.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!