Jornal do Comércio >> Ibovespa recua 0,08% com leve correção e encerra semana com ganho de 3,43%

O Índice Bovespa teve nesta sexta-feira (25), uma sessão de leve realização de lucros, que em nada comprometeu o bom desempenho do mercado de ações no acumulado da semana. O índice terminou o dia praticamente estável, em baixa de 0,08% (71 073,65 pontos), depois de ter oscilado entre a máxima de 0,52% e a mínima de -0,47%. O otimismo com o cenário doméstico mais favorável levou o indicador a terminar a semana com ganho acumulado de 3,43%, computando 7,82% em agosto.

É consenso entre profissionais do mercado que o rali desta semana deixou o Ibovespa “esticado”, o que deve favorecer novas correções no curto prazo, sem prejuízo da tendência de alta ainda apontada por diversas análises gráficas e fundamentalistas As notícias de um pacote de 57 privatizações, que inclui Eletrobras, Congonhas e Casa da Moeda, levaram o índice a saltar do patamar dos 68 mil pontos para o dos 71 mil pontos nos últimos dias.

O cenário externo também contribuiu. De acordo com operadores, o bom desempenho das bolsas norte-americanas, a alta do petróleo e principalmente o discurso do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, contribuíram para limitar as quedas do Ibovespa no pregão de hoje. Draghi concentrou sua fala no ataque a políticas protecionistas e não abordou questões de política monetária da zona do euro, possibilidade que gerava alguma cautela nos mercados de renda variável.

A leve baixa do dia foi comandada por ações do setor financeiro, que estiveram entre as ações que melhor refletiram a melhora de percepção do investidor ao longo da semana. Banco do Brasil ON teve queda de 0,37% no dia, mas encerrou a semana com alta de 5,79%. Itaú Unibanco PN perdeu 0,29% na sessão de hoje e terminou a semana com ganho de 3,03%.

Por outro lado, as ações da Petrobras acompanharam a valorização do petróleo e subiram 0,56% (ON) e 0,58% (PN). Ações de setores tidos como promissores no curto e médio prazo também seguiram em rota de alta. Foi o caso de Suzano PN (+3,80%) e Fibria ON (+2,21%), beneficiadas pela expectativa positiva para o setor e papel e celulose. JBS ON subiu 5,34% e foi a maior alta do Ibovespa, depois do acordo de leniência firmado entre o Ministério Público Federal e o grupo J&F, homologado ontem.

“Muitos acham que a economia já saiu do fundo do poço e que boa parte da crise política já foi superada. Além disso, lá fora o ambiente continua positivo, com liquidez abundante e bolsas renovando recordes históricos”, disse Leandro Martins, analista da Nova Futura corretora, para justificar a pouca disposição do investidor em ingressar em um movimento mais forte de realização de lucros.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/581934-ibovespa-recua-0-08-com-leve-correcao-e-encerra-semana-com-ganho-de-3-43.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!