Valor >> Dólar tem leve alta à espera de Yellen

SÃO PAULO  –  O câmbio doméstico opera em leve alta, nesta sexta-feira (25), enquanto os investidores aguardam aos discursos dos presidentes do Federal Reserve e do Banco Central Europeu (BCE). 

Em geral, a leitura é de que será mantido o sinal de gradualismo no aperto monetário americano. No entanto, a Julius Baer alerta que os mercados podem estar subestimando a intenção do Federal Reserve de elevar juros. Para o discurso de Janet Yellen, a presidente do Fed, nesta manhã, a expectativa é ver como a dirigente lidera com a iniciativa de desregulamentação financeira nos Estados Unidos. “Todo o resto mantido, ela deveria apertar sua política ainda mais para compensar o movimento de desregulamentação da administração”, acrescenta.

Por volta das 10h34, o dólar comercial sobe a 0,06%, cotado a R$ 3,1489. O contrato futuro para setembro, por sua vez, tem alta de 0,05%, a R$ 3,1645.

Domesticamente, a proposta de criação da TLP foi aprovada na Câmara, mas faltam alguns passos antes de ser votada no Senado. Ainda estão pendentes três destaques que só serão apreciados na terça-feira (29). Com isso, a matéria já acumulará pelo menos uma semana de atraso em relação ao cronograma considerado ideal. O tempo é curto uma vez que a MP 777 – que trata da questão – vence em 7 de setembro.

A movimentação recente dos ativos nacionais indica que este tema já está amplamente incorporado aos preços dos ativos brasileiros. O alerta, entretanto, fica sobre alguma assimetria em termos de riscos para a semana que vem.

“Extrapolar o otimismo de curto prazo para o médio/longo prazo, neste momento, nos parece pouco prudente”, alerta a Guide Investimentos.

Aguarda-se algum sinal da reforma da Previdência. Ao mesmo tempo, a atenção com a disputa eleitoral de 2018 se mostra cada vez mais presentes nas discussões com profissionais de mercado.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/financas/5094870/dolar-tem-leve-alta-espera-de-yellen.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!