Valor >> Silêncio de Yellen sobre política monetária pode indicar sua saída

SÃO PAULO  –  A reação do mercado ao discurso de abertura da presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, do simpósio de Jackson Hole (EUA), no qual não teceu comentários sobre a perspectiva econômica ou a direção da política monetária, foi de certo alívio, com queda do dólar, recuo dos yields dos Treasuries e ações em alta moderada em Nova York.

Sal Guatieri, economista-sênior da BMO Capital Markets, considera que a absoluta concentração de Yellen em matérias regulatórias, no discurso, seria uma indicação de que ela não “deseja um ciclo prolongado de ajuste restritivo da política monetária”.

Outros consideram que a falta de menção à política monetária seria um sinal de que Yellen não estaria inclinada a continuar à frente do Fed – o mandato dela termina no início de fevereiro. Para esses observadores, a forte defesa feita por Yellen das regulamentações financeiras do pós-crise – ainda que tenha se mostrado aberta a ajustes que visem a melhorias – vai na contramão da defesa do presidente Donald Trump de menos regulamentação para o setor.

Tal posição, reafirmada hoje por Yellen, ampliaria o favoritismo de Gary Cohn – atual diretor do conselho nacional econômico, grupo de assessores econômicos da Casa Branca – como próximo presidente do Fed, apontam alguns analistas.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/internacional/5095066/silencio-de-yellen-sobre-politica-monetaria-pode-indicar-sua-saida.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!