Jornal do Comércio >> Ouro sobe e fecha no maior nível em 11 meses

Os contratos futuros de ouro encerraram o pregão desta segunda-feira (28), no maior nível em 11 meses, impulsionados pela desvalorização do dólar, na esteira da visão de que os principais bancos centrais do planeta não irão fazer em breve alterações nas diretrizes de política monetária.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega em dezembro teve ganho de US$ 17,40 (1,34%), terminando em US$ 1.315,30 por onça-troy. De acordo com a provedora de dados FactSet, este é o maior valor de fechamento desde o último 30 de setembro.

O movimento de valorização do ouro ocorre em oposição ao do dólar, que perdeu força nos últimos dias diante da visão de que os bancos centrais Europeu e do Japão não devem estender os estímulos monetários às economias. Ao mesmo tempo, as mais recentes comunicações do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) também não indicam quando haverá nova rodada de aumento dos juros.

“Nós vemos uma oportunidade para compra de ouro aqui. O metal está subindo porque os banqueiros centrais realmente não estão fazendo nada, estão mantendo suas visões”, escreveu, em nota a clientes, o estrategista do Linn Group Ira Epstein.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/economia/582226-ouro-sobe-e-fecha-no-maior-nivel-em-11-meses.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!