Jornal do Comércio >> Viagem de Temer à China busca atrair investimentos

O porta-voz do presidente Michel Temer, Alexandre Parola, destacou ontem os objetivos da viagem presidencial à China e afirmou que Temer mostrará que o Brasil é um destino seguro para investidores. “Brasil e China mantêm parceria estratégica global. São duas grandes economias fortemente interligadas. O Brasil é destino seguro para investimentos chineses e importante provedor de alimentos e insumos para a China, nosso principal parceiro comercial”, disse. “Os dois países mantêm igualmente tradicional cooperação em ciência, tecnologia e inovação. Essa dinâmica virtuosa cria interesses comuns e traz benefícios concretos para brasileiros e chineses”, acrescentou.

Parola informou que Temer embarca hoje, para o país e, no dia 1 de setembro, realiza uma visita a Pequim a convite do presidente Xi Jinping. Entre os dias 3 e 5, Temer participará na cidade de Xiamen da 9ª Cúpula do Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. O presidente embarca de volta ao Brasil no dia 5 de setembro.

O porta-voz disse ainda que, além do presidente chinês, Temer se reunirá em Pequim com o primeiro-ministro Li Keqiang. “Como resultado dos encontros em Pequim, está prevista a assinatura de atos bilaterais em áreas como infraestrutura, saúde, cultura e tecnologia. Uma vez mais, o presidente Temer colocará a diplomacia presidencial a serviço do desenvolvimento e da geração de empregos no Brasil”, disse Parola.

Depois de anunciar na semana passada um programa de concessões e privatizações que será também levado aos chineses, Parola disse que, na “vertente econômico-comercial, um dos objetivos da visita será promover a crescente diversificação qualitativa de nossa pauta exportadora para a China e atrair novos investimentos, sobretudo em infraestrutura”. “A visita de Estado permitirá ainda o intercâmbio de visões sobre as principais questões da agenda internacional. Brasil e China compartilham prioridades sobre temas como a defesa do multilateralismo, a resistência ao protecionismo e o combate ao aquecimento global”, destacou o porta-voz.

No dia 2 de setembro, concluída a programação da visita de Estado, o presidente Michel Temer participará do Seminário Empresarial Brasil-China. O evento está sendo organizado pela Apex-Brasil e reunirá líderes empresariais chineses que já investem ou têm interesse em investir no Brasil. “A retomada do crescimento econômico, o aprimoramento de nosso ambiente de negócios e o programa de reformas estruturantes em curso abrem múltiplas oportunidades para novos investimentos chineses no País”, disse Parola. No dia 3, Temer embarca para a cidade de Xiamen, onde representará o Brasil na 9ª Cúpula do Brics. “O presidente Temer identifica no Brics um espaço privilegiado de cooperação econômica, em particular em matéria financeira. Nesta perspectiva, o Brasil renovará seu engajamento nas atividades do Novo Banco de Desenvolvimento”, destacou.

 

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/08/jornal-do-comercio-viagem-de-temer-a-china-busca-atrair-investimentos.br_conteudo/2017/08/economia/582261-viagem-de-temer-a-china-busca-atrair-investimentos.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!