Jornal do Comércio >> Após PIB brasileiro favorável e dado fraco de emprego nos EUA, Bovespa sobe forte

A Bovespa abriu em alta nesta sexta-feira (1), após divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e do payroll (dado de emprego) norte-americano. Os resultados dos dois indicadores são favoráveis para os ativos brasileiros. O primeiro indica que as projeções mais otimistas do mercado financeiro sobre a atividade econômica foram confirmadas. O segundo indicador sinaliza que o mercado de trabalho dos Estados Unidos está fraco, o que não permitiria que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) venha a endurecer sua política monetária e, assim, enxugar a liquidez global.

O ritmo de contratação nos EUA desacelerou em agosto em relação a julho, considerando-se ajustes sazonais, segundo dados publicados nesta sexta pelo Departamento de Trabalho do país. A economia norte-americana gerou 156 mil postos de trabalho no mês passado, resultado que ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que previam criação de 179 mil empregos.

Logo depois da divulgação do indicador dos EUA, o contrato para outubro do Ibovespa intensificou os ganhos. Naquele momento, o mercado de ações à vista ainda não estava aberto. Já ás 10h28min, Ibovespa marcava 71.719 pontos (+1,25%).

Após atingir máximas do dia em reação ao fraco relatório de emprego dos EUA referente a agosto, o euro passou a se enfraquecer na esteira de relatos da agência de notícias Bloomberg de que o Banco Central Europeu (BCE) pode não estar pronto para chegar a uma decisão final sobre o programa de relaxamento quantitativo (QE) do ano que vem até dezembro. Grosso modo, a indecisão da autoridade europeia sinaliza que a liquidez global seguirá alta. Às 10h23min, o euro recuava a US$ 1,1893, de US$ 1,1905 no fim da tarde de quinta-feira, depois de tocar a máxima intraday de US$ 1,1980 logo depois do indicador dos EUA.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o PIB brasileiro cresceu 0,2% ante o primeiro trimestre do ano e 0,3% na comparação com o mesmo período de 2016. “Um pibinho”, escreveram os analistas da Guide Investimentos.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/583323-apos-pib-brasileiro-favoravel-e-dado-fraco-de-emprego-nos-eua-bovespa-sobe-forte.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!