Jornal do Comércio >> Petróleo fecha sem direção única, com Harvey e Baker Hughes no radar

Os contratos futuros de petróleo voltaram a divergir nesta sexta-feira (1º), fechando em direções opostas, com os investidores digerindo informações sobre a depressão tropical Harvey e o relatório semanal da Baker Hughes sobre a atividade da commodity nos Estados Unidos.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para outubro fechou em alta de 0,12%, a US$ 47,29 por barril. Já na Intercontinental Exchange (ICE), o barril do petróleo tipo Brent para novembro recuou 0,20%, a US$ 52,75.

Notícias sobre a depressão tropical Harvey continuaram a mover os preços do petróleo. Refinarias no Texas, que foram prejudicadas pela tormenta, estariam começando o processo de abertura após suas operações terem sido interrompidas. Nesta sexta-feira, a Citgo disse que reiniciaria os trabalhos em sua refinaria na cidade de Corpus Christi.

A Valero também comentou que se esforça para reiniciar os trabalhos em sua refinaria em Corpus Christi e na fábrica Three Rivers, em San Antonio, assim como na refinaria Flint Hills Resources. Já o relatório da Baker Hughes, com os dados da última semana, mostrou que o número de poços e plataformas de petróleo em atividade nos Estados Unidos continuou estável em 759.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/583403-petroleo-fecha-sem-direcao-unica-com-harvey-e-baker-hughes-no-radar.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!