Jornal do Comércio >> Sem Nyse, Ibovespa sobe e atinge 72 mil pontos

A ausência das bolsas de Nova Iorque (Nyse) reduziu o volume de negócios ontem, mas não impediu o Índice Bovespa de avançar mais um pouco, alcançando o patamar dos 72 mil pontos, no qual não fechava desde novembro de 2010. O índice terminou o dia em alta de 0,29%, aos 72.128 pontos.

A leve alta do dia foi determinada principalmente pelas ações ligadas a commodities. Com altas de moderadas a significativas, Petrobras, Vale e siderúrgicas compensaram o fraco desempenho dos papéis do setor financeiro, que voltou a passar por correções. Profissionais do mercado afirmam que prevaleceu entre os investidores um otimismo contido em relação à economia brasileira, apesar da cautela com questões do cenário político doméstico e da tensão geopolítica envolvendo a Coreia do Norte.

“A alta do PIB, a desaceleração da inflação e a expectativa de queda de juros contribuem para uma perspectiva mais positiva para o cenário doméstico e os resultados da empresas”, disse Vitor Suzaki, analista da Lerosa Investimentos. Suzaki cita ainda o Boletim Focus, do Banco Central, que, entre outros pontos, mostrou redução das estimativas para o IPCA de 2017, de 3,45% para 3,38%. A projeção para o PIB do ano subiu de 0,39% para 0,50%, confirmando as revisões feitas desde o anúncio de crescimento de 0,2% da economia no segundo trimestre.

Apesar das quedas do petróleo e do minério de ferro nos mercados internacionais, Petrobras e Vale terminaram o dia no azul. Petrobras ON e PN subiram 0,82% e 1,07%, respectivamente. Já Vale ON avançou 1,21%. Entre as siderúrgicas, os destaques foram Usiminas PNA ( 7,89%) e Gerdau PN ( 2,54%).

Em dia de feriado do Dia do Trabalho nos EUA e de volume limitado de negócios, o dólar operou em queda ao longo do dia e fechou no patamar dos R$ 3,13. De acordo com profissionais no mercado, este movimento foi impulsionado principalmente por exportadores, que resolveram atuar no mercado se antecipando ao feriado do dia 7 de Setembro. A queda, no entanto, foi limitada devido à cautela global, após a Coreia do Norte ter realizado seu maior teste nuclear, o que fez a divisa dos EUA subir ante a maioria das moedas emergentes.

No mercado à vista, o dólar terminou em baixa de 0,22%, aos R$ 3,1381. O giro financeiro somou US$ 918 milhões.

O Magazine Luiza realizou ontem uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para deliberar sobre o desdobramento da ação da companhia na razão de 1 para 8. Mesmo antes de anunciar ao mercado o resultado da votação dos acionistas, a ação superou os R$ 600,00, e fechou entre as maiores altas da B3.

Magazine Luiza ON fechou com alta de 10,22%, com a cotação de R$ 621,79. Com esse preço, a ação desdobrada em 8 passaria a valer R$ 77,72. Segundo operadores, a maior liquidez do ativo provocada pela operação, e os seguidos bons resultados recentes apresentados pela rede varejista devem impulsionar o papel no curto prazo.

Na semana passada, o BTG Pactual atualizou suas estimativas para o Magazine Luiza, projetando que, em cinco anos, 50% da margem bruta venha das vendas on-line, sejam diretas ou por meio do marketplace. Para os analistas, o Magazine Luiza se posiciona melhor que seus concorrentes no e-commerce, que está em crescimento no Brasil. Para o BTG, a rede deve entregar resultados acima da média e ser um “concorrente vencedor” nas vendas pela internet.

“A grande aposta da rede para a próxima década é o marketplace”, declarou, na última semana, o presidente da rede, Frederico Trajano, após ter participado do evento Latam Retail Show, em São Paulo. O grande impulso foi dado no final de março, com a compra da startup de tecnologia IntegraCommerce, o que facilitou e acelerou a inclusão de novos vendedores na plataforma do Magazine Luiza. “Saímos de menos de 10 sellers no primeiro trimestre para mais de 350, e a perspectiva é chegar a 500 no final do ano”, afirmou Trajano.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/583844-sem-nyse-ibovespa-sobe-e-atinge-72-mil-pontos.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!