Jornal do Comércio >> Cotação do dólar tem menor nível em dois anos em Nova Iorque, diante de cautela com EUA

O dólar atingiu o menor nível em dois anos e meio nesta quinta-feira (7), pressionado pela alta do euro e por um aumento das preocupações políticas em Washington.

No fim da tarde em Nova Iorque, o dólar caía a 108,47 ienes e o euro avançava a US$ 1,2020, enquanto a libra subia para US$ 1,3098. Já o índice do dólar DXY, que mede a moeda americana na comparação com uma cesta de seis outras divisas fortes, chegou a cair a 91,40, no menor nível desde janeiro de 2015.

Uma previsão de crescimento mais otimista do Banco Central Europeu (BCE) para a zona do euro fez com que a moeda única ganhasse força, aumentando o rali visto neste ano . “No momento, o mercado tem um apetite insaciável pelo euro”, disse o estrategista da Western Union Joe Manimbo. Nem mesmo a queda nas perspectivas de inflação na região por parte do BCE fizeram com que o euro passasse a cair.

Já contra o dólar pesou a informação de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou a um acordo com o líder democrata no Senado, Chuck Schumer, para alterar a forma como o Congresso eleva o teto da dívida do país, de acordo com reportagem do Washington Post.

Além disso, o dólar foi atingido por dados negativos da economia americana. Os pedidos de auxílio-desemprego subiram 62 mil nos Estados Unidos na última semana, sendo a maior alta semanal desde novembro de 2012, alcançando o maior nível desde abril de 2015. O número total de pedidos passou de 236 mil para 298 mil. A forte alta foi atribuída pelo Departamento do Trabalho à passagem do furacão Harvey, que interrompeu a atividade econômica ao longo da costa do Golfo.

Dados abaixo do esperado alimentam expectativas de que as taxas de juros demorem mais para subir – o que tende a pesar contra o dólar, já que os baixos custos de empréstimos tornam a moeda menos atrativa para investidores. Preocupações com a aproximação do furacão Irma, que está em curso de colisão com a Flórida e outros Estados do sul dos EUA também estiveram no radar do mercado.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/584455-cotacao-do-dolar-tem-menor-nivel-em-dois-anos-em-nova-iorque-diante-de-cautela-com-eua.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!