Jornal do Comércio >> Banco Central suspende registro de novas operações com a Venezuela em convênio

O Banco Central determinou nesta quarta-feira (13), por meio da Circular nº 3.847, a suspensão do registro de novas operações com a Venezuela no âmbito do Convênio de Pagamentos de Créditos Recíprocos (CCR).

Isso ocorreu porque, na última sexta-feira (8), o BC foi informado pelo Banco Central do Peru, agente do CCR, que a Venezuela não tinha efetuado pagamento ao Brasil relacionado ao convênio. O valor é de US$ 262,5 milhões.

Como não ocorreu o pagamento, o BC brasileiro decidiu cumprir as disposições do CCR e suspender o registro de novas operações com a Venezuela. A normalização somente ocorrerá quando a Venezuela cumprir com sua obrigação.

O CCR funciona como um sistema de compensação de pagamentos operado pelos bancos centrais dos países participantes. Assim, a cada quadrimestre (janeiro/abril, maio/agosto e setembro/dezembro), um sistema de Liquidação Diferida pelo Líquido (LDL) promove a compensação dos pagamentos internacionais entre os bancos centrais. Logo após o encerramento de cada período de compensação, somente se transfere ou se recebe o saldo global do banco central de cada país perante os demais.

Na prática, a empresa brasileira que exporta um produto para a Venezuela para pagamento no prazo de um mês, por exemplo, vai receber os valores no término do prazo, via Banco Central. Isso vale para operações abaixo de 360 dias. A compensação final entre os países ocorre a cada quadrimestre. A Venezuela está inadimplente em suas obrigações com o CCR, o que motivou a circular de hoje.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/585495-banco-central-suspende-registro-de-novas-operacoes-com-a-venezuela-em-convenio.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!