Jornal do Comércio >> Petrobras propõe reajuste de 1,73% a trabalhadores

A Petrobras apresentou a entidades sindicais nesta quinta-feira (14) a proposta para o acordo coletivo de trabalho 2017 e propôs reajuste de 1,73%. A empresa também apresentou a possibilidade de os empregados que atuam no regime administrativo flexível ou fixo optarem pela redução de cinco para quatro dias trabalhados por semana, com diminuição proporcional de remuneração.

A redução opcional de jornada de 8 horas para 6 horas continuará sendo oferecida aos trabalhadores do regime administrativo com horário flexível, diz a empresa. “Em relação à revisão na remuneração de horas extras, a Petrobras está propondo remunerar as horas realizadas além da jornada diária com acréscimo de 50%, conforme art.7º, Inciso XVI, da Constituição Federal, em vez de 100%, praticados atualmente pela empresa”, afirma a companhia, em nota.

O acordo coletivo de trabalho vigente foi prorrogado até 10 de novembro, véspera da data em que entrará em vigor a nova legislação trabalhista. A data-base de 1º de setembro está mantida. A expectativa da companhia é que as negociações do acordo 2017 estejam concluídas até 10 de novembro.

Segundo a estatal, foram realizadas reuniões com a Federação Única dos Petroleiros (FUP) e com os Sindipetros Alagoas/Sergipe, Litoral Paulista, São José dos Campos, Pará/Amazonas/Maranhão/Amapá e Rio de Janeiro.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/585679-petrobras-propoe-reajuste-de-1-73-a-trabalhadores.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!