Jornal do Comércio >> Petróleo fecha em alta, com previsão de maior demanda e queda nos estoques

Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta nesta quinta-feira, 14, no quarto ganho diário consecutivo, ainda impulsionados pela projeção otimista para a demanda pela Agência Internacional de Energia (AIE), além de uma redução nos estoques globais, embora permaneçam preocupações sobre o aumento dos estoques da commodity nos EUA e o nível da produção.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para outubro fechou em alta de 1,20%, a US$ 49,89 por barril. Já na Intercontinental Exchange (ICE), o barril do petróleo tipo Brent para novembro avançou 0,56%, a US$ 55,47. Com isso, o WTI fechou no maior nível em seis semanas e o Brent atingiu o maior patamar

Na quarta-feira, a AIE afirmou que os estoques globais da commodity recuaram pela primeira vez em quatro meses em agosto, com uma queda de 720 mil barris por dia. Ao mesmo tempo, a AIE elevou a projeção para o crescimento na demanda para 1,6 milhão de barris por dia para todo o ano.

O relatório da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) também trouxe notícias que impulsionaram a alta. Ontem, a Opep informou que a produção do cartel havia recuado em agosto pela primeira vez desde abril. Isso ocorreu em grande medida pela queda na produção da Líbia, após distúrbios no país, bem como pelo nível maior de cumprimento do acordo para conter a oferta.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/585696-petroleo-fecha-em-alta-com-previsao-de-maior-demanda-e-queda-nos-estoques.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!