Jornal do Comércio >> Venezuela começa a cotar petróleo em yuan, após sofrer sanções dos EUA

O Ministério do Petróleo da Venezuela começou a cotar os preços da commodity em yuan, abandonando o dólar após o presidente Nicolás Maduro se comprometer a agir economicamente contra a divisa americana. A decisão é tomada após o governo do presidente Donald Trump impor sanções contra Caracas pela repressão oficial a manifestantes de oposição.

O Ministério do Petróleo informou que o preço médio de seus produtos derivados do petróleo, elaborado semanalmente, foi feito em relação à moeda da China, um aliado estratégico da Venezuela. Economistas dizem que os esforços do país para contornar o dólar, porém, representam pouco mais que uma postura política, em uma Venezuela cada vez mais isolada.

O governo de Maduro ainda vende cerca de 40% de suas exportações para os EUA. Além disso, economistas dizem que os custos das transações aumentarão para a Venezuela, caso os operadores do setor de petróleo tenham de converter seu dinheiro em outras moedas, já que os mercados do petróleo são dolarizados. Fonte: Dow Jones Newswires.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/585923-venezuela-comeca-a-cotar-petroleo-em-yuan-apos-sofrer-sancoes-dos-eua.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!