Jornal do Comércio >> IPCA de 2017 no cenário de mercado cai de 3,8% na ata para 3,2% no RTI

O Banco Central (BC) reduziu as projeções para a inflação deste e do próximo ano no cenário de mercado. De acordo com o Relatório Trimestral de Inflação (RTI), divulgado na manhã desta quinta-feira (21) o cenário de mercado prevê IPCA de 3,2% em 2017. A mais recente ata do Comitê de Política Monetária (Copom) citava previsão de alta de 3,3%. No relatório de inflação divulgado em junho, o BC esperava alta do índice oficial de inflação de 3,8% pelo cenário de mercado.

Para 2018, o cenário de mercado indica que o IPCA ficará em 4,3%, e não mais em 4,4% como constava na mais recente ata do Copom. No RTI de junho, a projeção era de 4,5%. O cenário de mercado utiliza como parâmetros as previsões dos analistas, contidas no Relatório de Mercado Focus, para a taxa de câmbio e os juros no horizonte da previsão.

O BC informou também, no RTI, que a projeção para o IPCA em 2019 está em 4,2% no cenário de mercado. No caso de 2020, está em 4,1%. Esta é a primeira vez que a instituição divulga, no RTI, projeções para 2019 e 2020. Isso passou a ser feito porque o horizonte do BC se ampliou. Em 29 de junho, além de informar a meta para 2019, ele definiu a meta para 2020. Ao mesmo tempo, a instituição disse que seus documentos passariam a incorporar essa ampliação de horizonte.

A autarquia persegue meta de inflação de 4,5% em 2017, 4,5% em 2018, 4,25% em 2019 e 4,00% em 2020. Em todos os casos, a margem de tolerância é de 1,5 ponto porcentual para mais ou para menos.

O BC reduziu as projeções para a inflação deste e do próximo ano no cenário de referência. De acordo com o RTI, o cenário de referência prevê IPCA de 3,2% em 2017. No relatório de inflação divulgado em junho, o BC esperava alta de preços de 3,8% este ano. O BC deixou de publicar as estimativas do cenário de referência – que utiliza câmbio e juros constantes – nas atas dos encontros do Comitê de Política Monetária (Copom).

Para 2018, conforme o RTI, o Banco Central projeta no cenário de referência que o IPCA ficará em 3,8%, e não mais em 3,9% como visto no documento de junho.

O BC informou ainda, no RTI, que a projeção para o IPCA em 2019, pelo cenário de referência, está em 3,7%. No caso de 2020, o porcentual projetado é de 3,8%. Nos cálculos do cenário de referência, o BC considerou uma Selic de 8,25% ao ano e um dólar a R$ 3,10.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/586625-ipca-de-2017-no-cenario-de-mercado-cai-de-3-8-na-ata-para-3-2-no-rti.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!