Jornal do Comércio >> Lala quer a Vigor mesmo sem a Itambé

A mexicana Lala informou, em fato relevante divulgado na quinta-feira (21), que o processo de fechamento da compra da empresa brasileira Vigor, do grupo J&F, continua em andamento mesmo após a Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais (CCPR) ter anunciado, na quarta-feira, o exercício da opção de compra de 50% de participação na marca Itambé, que havia sido adquirida pela Vigor em 2013.

A empresa afirmou que, caso a CCPR venha mesmo a comprar os 50% da Itambé que havia vendido à Vigor, o novo valor líquido da aquisição cairia para R$ 4,325 bilhões, ante os R$ 5,7 bilhões anunciados previamente. A Lala disse que negocia com compra dos 8% que a Arla Foods tem na Vigor, para ficar com 99,9% do negócio.

O anúncio da companhia mexicana veio depois de algumas fontes de mercado terem afirmado que haveria receio do grupo mexicano em ir adiante com a compra da Vigor, não apenas pelo exercício da opção de compra da Itambé, mas também pela instabilidade causada pela prisão dos empresários Joesley e Wesley Batista, resultando na mudança de comando da JBS nesta semana. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/586939-lala-quer-a-vigor-mesmo-sem-a-itambe.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!