Jornal do Comércio >> Bovespa abre em queda em dia de aversão a risco no exterior

A Bovespa abriu em queda nesta sexta-feira (22) dando continuidade às perdas da quinta-feira (21). As ações da Petrobras e da Vale recuam em linha com as perdas do petróleo e do minério de ferro, respectivamente. Às 10h25min, o Ibovespa recuava 0,52% aos 75.212 pontos. Na mínima, marcara 75.133 pontos (-0,62%) pouco antes.

Em Nova Iorque, Dow Jones, S&P500 e Nasdaq acabaram de iniciar os negócios e sob sinal negativo.

O que pesa, no exterior e no mercado doméstico, são os últimos desdobramentos da Coreia do Norte. O aumento da tensão geopolítica favorece ativos considerados mais seguros nos negócios da manhã, como os Treasuries, o iene e o ouro.

Na quinta, Pyongyang ameaçou realizar um teste nuclear de proporções inéditas no Oceano Pacífico. Além disso, os presidentes dos EUA, Donald Trump, e da Coreia do Norte, Kim Jong-un, trocaram insultos de quinta para esta sexta. “Ele é louco”, disse Kim, referindo-se a Trump.

A tensão geopolítica afeta desde cedo os índices futuros de Nova Iorque, sendo que o mercado à vista tende a seguir o comportamento e abrir em queda. Na Europa, as bolsas desaceleraram os ganhos de mais cedo, sendo que o DAX, em Frankfurt, passou a cair.

O deputado JHC (PSB-AL) tentou dar início à sessão do plenário da Câmara na manhã desta sexta, mas não conseguiu por falta de quórum. Com isso, a leitura da segunda denúncia contra o presidente da República, Michel Temer, feita pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, ficará para as 14 horas da segunda-feira (25).

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/09/economia/586919-bovespa-abre-em-queda-em-dia-de-aversao-a-risco-no-exterior.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!