Valor >> Paper Excellence paga R$ 1 bi à J&F por 13% da Eldorado

SÃO PAULO  –  (Atualizada às 19h25) A Paper Excellence (PE), produtora de celulose de fibra longa da mesma família que é dona da Asia Pulp and Paper (APP) recebeu nesta segunda-feira 13% das ações da Eldorado Brasil detidas pela J&F Investimentos, mediante pagamento de R$ 1 bilhão, confirmou a companhia o antecipado pelo Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor.

O pagamento foi feito por meio da CA Investment, uma sociedade do grupo Paper Excellence (PE), que tem sede na Holanda e pertence à família que é dona da Asia Pulp and Paper (APP).

Segundo comunicado da Eldorado, o contrato de venda prevê, ainda, duas transferências adicionais de ações da companhia para a CA Investment. Na primeira delas, serão transferidas ações de número suficiente para fazer com que a CA Investment se torne titular de até 34,45% do capital. A condição exata de papéis a serem transferidos será determinada em função do exercício ou não, pelo FIP Florestal (e/ou por seus quotistas Petros e Funcef), de seu direito de venda conjunta (‘tag along’) previsto no acordo de acionistas da Eldorado.

A segunda transferência, que deve ocorrer em no máximo 12 meses a partir da data da assinatura da transação, consiste na cessão de até 100% das ações da Eldorado. A conclusão das transferências adicionais dependerá do cumprimento de determinadas condições estabelecidas no contrato da venda.

A Eldorado informou também que o acordo de acionistas entre sua controladora J&F e a CA Investment entrou hoje em vigor.

Segundo fonte, a auditoria dos ativos da produtora de celulose de eucalipto, que opera uma fábrica em Três Lagoas (MS), a operação será feita com base em valor de empresa de R$ 15 bilhões. Tendo em vista o valor do pagamento efetuado pelos indonésios, é possível calcular que a dívida líquida considerada para a Eldorado é de R$ 7,26 bilhões. Com esse primeiro passo, a PE se torna acionista minoritária da companhia.

Fontes ligadas tanto aos compradores quanto aos vendedores vinham dizendo que, nessa primeira etapa da transação, os indonésios comprariam cerca de 17% da Eldorado detidos pela J&F via FIP Florestal. No entanto, como os fundos de pensão Petros, da Petrobras, e Funcef, da Caixa, ainda não manifestaram a decisão acerca de suas participações no FIP — se venderão em conjunto, se vão exercer o direito de preferência ou ainda se vão permanecer na empresa –, a primeira etapa da compra se concentrou em parte das ações detidas diretamente pela holding dos Batista na produtora de celulose.

Os fundos têm 30 dias para indicar o que farão com suas participações. A PE, então, poderá comprar as ações de Petros e Funcef no FIP, mais uma parcela das ações da J&F, de forma que ao final dessa etapa alcance até 34,45% de participação na Eldorado. Caso os fundos permaneçam na companhia, a PE comprará a fatia da J&F no FIP, equivalente a 17% do capital social da Eldorado, chegando a 30% de participação.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/empresas/5132558/paper-excellence-paga-r-1-bi-jf-por-13-da-eldorado.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!