Valor >> Resultado do governo central tem influência positiva de precatórios

BRASÍLIA  –  A secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, afirmou nesta quinta-feira que o resultado primário do governo central no acumulado de janeiro a agosto se encontra em linha com a nova meta fiscal de déficit de R$ 159 bilhões. No ano, o déficit primário é de R$ 85,805 bilhões. No acumulado em 12 meses, está negativo em R$ 172,8 bilhões, porém, deduzindo os precatórios antecipados, esse valor cai para um déficit de R$ 154,7 bilhões.

Segundo a secretária, o resultado do governo central em agosto foi influenciado por recebimento pelo Tesouro de precatórios que estavam depositados em bancos e não tinham sido reclamados por um prazo superior a dois anos. Somente essa medida, rendeu R$ 6 bilhões ao Tesouro. Além disso, as receitas foram influenciadas por: aumento da alíquotas de PIS-Pasep (R$ 800 milhões); aumento das concessões (R$ 1,4 bilhão) e R$ 5,4 bilhões por efeito de melhoria de indicadores econômicos.

Ela ressaltou que o relatório bimestral de receitas e despesas, divulgado na semana passada, não contemplou os resultados definitivos do leilão das hidrelétricas da Cemig e dos leilões de petróleo. Na semana passada, a projeção para o ano era de que o governo contasse com R$ 53 bilhões com receitas extraordinárias, sem considerar esses efeitos.

“Nessa reestimativa não tinha resultado dos leilões de ontem de R$ 12,3 bi das hidrelétricas (projeção considerada foi de R$ 11 bilhões) e dos leilões de petróleo de R$ 3,8 bi (projeção estava R$ 546 milhões). Essa reavaliação das receitas extraordinárias não contemplavam leilões realizados ontem”, frisou a secretária.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/brasil/5137544/resultado-do-governo-central-tem-influencia-positiva-de-precatorios.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!