Jornal do Comércio >> À espera de Fed e Boe, Japão e Coreia do Sul lideram ganhos de bolsas asiáticas

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quarta-feira (1), lideradas por Japão e Coreia do Sul, em meio a balanços corporativos positivos e à espera de decisões de política monetária nos EUA e Reino Unido.

Em Tóquio, o índice Nikkei subiu 1,86% hoje, seu maior ganho desde 19 de setembro, à nova máxima em 21 anos de 22.420,08 pontos. Destacaram-se na capital japonesa empresas que divulgaram resultados trimestrais acima das expectativas, como Sony (+11%) e Tokyo Electron (+13%).

Já em Seul, o Kospi atingiu nova máxima histórica, ao avançar 1,31%, a 2.556,47 pontos. Ajudaram a impulsionar o índice sul-coreano a Samsung Electronics e a SK Hynix, ambas com ganhos de quase 4%, mas o setor farmacêutico teve o melhor desempenho, com valorização de 4,2%.

Na China continental, as bolsas exibiram ganhos marginais, estendendo a recuperação de ontem, após registrarem fortes perdas no começo da semana na esteira de uma nova onda de liquidação no mercado de bônus. O Xangai Composto, principal índice acionário do país, teve alta de 0,08%, a 3.395,91 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto subiu 0,06%, a 2.003,44 pontos.

Pesquisa da IHS Markit e da Caixin Media mostrou que o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor de industrial da China ficou estável em outubro ante o mês anterior, em 51. O indicador contrastou com o PMI oficial da indústria chinesa, que recuou no mês passado, embora tenha permanecido acima da marca de 50 que indica expansão de atividade.

Em outras partes da Ásia, o Taiex avançou 0,12% em Taiwan, a 10.806,36 pontos, ultrapassando a barreira dos 10.800 pontos pela primeira vez desde abril de 1991, enquanto o Hang Seng subiu 1,23% em Hong Kong, a 28.594,06 pontos. Nas Filipinas, um feriado manteve a bolsa local fechada pelo segundo dia consecutivo.

Investidores da região asiática aguardam anúncios de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) e do Banco da Inglaterra (BoE). Espera-se que o Fed mantenha sua política inalterada na tarde de hoje, mas prepare o terreno para uma nova elevação de juros em dezembro. O BC inglês, por sua vez, poderá aumentar sua taxa básica pela primeira vez em mais de uma década amanhã.

Na Oceania, a bolsa da Austrália terminou o pregão no azul, graças principalmente a ações de petrolíferas, que foram beneficiadas por um recente avanço nos preços do petróleo. O S&P/ASX 200 subiu 0,49% em Sydney, a 5.937,80 pontos.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-a-espera-de-fed-e-boe-japao-e-coreia-do-sul-lideram-ganhos-de-bolsas-asiaticas.br_conteudo/2017/11/economia/594088-a-espera-de-fed-e-boe-japao-e-coreia-do-sul-lideram-ganhos-de-bolsas-asiaticas.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!