Jornal do Comércio >> Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com balanços em foco

As bolsas europeias fecharam sem sinal único nesta quarta-feira, 1. O avanço das commodities durante boa parte do pregão beneficiou papéis do setor de energia em geral, enquanto resultados corporativos estiveram no radar, em um dia com poucos indicadores importantes. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,45%, em 397,00 pontos.

Na agenda de indicadores, o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do Reino Unido avançou de 56,0 em setembro a 56,3 em outubro, segundo a IHS Markit, o que superou a projeção de 55,9 dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. A própria consultoria disse, em seu comunicado, que o dado reforça a expectativa de uma elevação de juros pelo Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) nesta quinta-feira. O indicador fortaleceu a libra durante boa parte do pregão, o que pressiona ações de exportadoras britânicas.

Entre os balanços em destaque, o Standard Chartered anunciou que seu lucro antes de impostos subiu a US$ 774 milhões no terceiro trimestre, de US$ 317 milhões em igual período de 2016. O lucro operacional do banco britânico subiu 3,5% na mesma comparação, a US$ 3,59 bilhões. O resultado, porém, frustrou a expectativa e diminuiu a perspectiva de que o banco pague dividendo neste ano.

Na bolsa de Londres, o índice FTSE-100 fechou em queda de 0,07%, a 7.487,96 pontos, na mínima do dia. Após o balanço, o papel do Standard Chartered recuou 6,18%. Já a ação da British Petroleum teve alta de 0,74%.

Em Frankfurt, o índice DAX avançou 1,78%, a 13,465,51 pontos, na volta do feriado de 500 anos da Reforma Protestante. No setor bancário alemão, Deutsche Bank subiu 1,58% e Commerzbank, 1,19%. No setor de energia, E.ON fechou em +2,71%.

O índice CAC-40, da bolsa de Paris, fechou com ganho de 0,20%, em 5.514,29 pontos. A petroleira Total avançou 0,85%. Société Générale subiu 0,19%, porém BNP Paribas caiu 1,36%, entre os bancos franceses. Na bolsa de Milão, o FTSE-MIB subiu 0,87%, a 22.991,99 pontos. UniCredit teve ganho 0,18% e ENI, de 1,28%, enquanto o papel da Fiat Chrysler avançou 2,09%.

Em Madri, o índice IBEX-35 recuou 0,16%, para 10.506,70 pontos. Santander teve alta de 0,14%, mas BBVA caiu 0,74%, entre os bancos. Na bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 teve queda de 0,68%, a 5.438,62 pontos.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-bolsas-da-europa-fecham-sem-sinal-unico-com-balancos-em-foco.br_conteudo/2017/11/economia/594173-bolsas-da-europa-fecham-sem-sinal-unico-com-balancos-em-foco.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!