Jornal do Comércio >> Frete aéreo mundial reduz ritmo de crescimento em setembro, diz Iata

A demanda mundial por transporte aéreo de cargas aumentou 9,2% em setembro ante igual período de 2016, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 1º de novembro, pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês). De acordo com a entidade, o resultado significou o menor ritmo de alta nos últimos cinco meses, mas se mostrou bem acima da taxa média de crescimento observada nos últimos cinco anos, de 4,4%.

Por sua vez, a capacidade de frete aéreo também registrou expansão ante setembro de 2016, de 3,9%, taxa inferior à da demanda.

Em nota, a Iata destaca que o setor parece ter superado os picos cíclicos de crescimento. Mesmo assim, com o crescimento de 10,1% acumulado pela demanda desde janeiro, a projeção de 7,5% para o dado fechado de 2017 tem forte viés de alta, diz a entidade.

Na América Latina, a demanda por frete aéreo de carga mostrou aumento de 7,6% em setembro, enquanto a capacidade subiu 5,9%, ambas as comparações na base anual.

Em volume, a alta do frete internacional foi de 8,6% no período, bem acima da média de 0,1% nos últimos cinco anos – nos dados dessazonalizados, o indicador retornou, em setembro, aos níveis observados em 2014. De acordo com a Iata, o movimento de retomada reflete os sinais de recuperação no Brasil, maior economia da região.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-frete-aereo-mundial-reduz-ritmo-de-crescimento-em-setembro-diz-iata.br_conteudo/2017/11/economia/594121-frete-aereo-mundial-reduz-ritmo-de-crescimento-em-setembro-diz-iata.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!