Jornal do Comércio >> Ibovespa tem 3ª queda seguida e perde os 74 mil pontos

O primeiro pregão de novembro foi marcado pela volatilidade no mercado brasileiro de ações, que seguiu principalmente influências externas. Nesta quarta-feira, dia da decisão de política monetária do Federal Reserve, o mercado manteve o foco no anúncio do nome do próximo presidente do BC norte-americano, confirmado para amanhã à tarde. O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que escolherá “um grande nome” para o Fed e que as pessoas ficarão “impressionadas” com sua escolha, o que acabou por colocar uma dose extra de incerteza e cautela no cenário.

As declarações geraram especulações de que Trump estaria inclinado a um nome considerado “hawkish”, como o diretor do Fed John Taylor. Esse temor acabou por ofuscar o tom aparentemente “dovish” sinalizado pelo Fed no anúncio que confirmou a manutenção das taxas básicas de juros dos EUA. No final dos negócios, o Índice Bovespa caiu 0,65%, aos 73.823,74 pontos, praticamente na mínima do dia, depois de ter subido até 1,20% pela manhã. Foi a terceira queda consecutiva do indicador, que acumula perda de 2,83% nesse período.

“A decisão do Fed já era uma bola cantada, mas as declarações de Trump trouxeram de volta o temor da escolha de um nome mais duro, o que seria muito ruim para os emergentes. E com o anúncio marcado justamente para um dia de feriado no Brasil, os investidores preferiram evitar o risco”, disse Vladimir Pinto, gestor de renda variável da Grand Prix Asset.

A fraqueza do mercado de ações nos últimos dias chama a atenção dos profissionais do mercado. Nos últimos dias, causam certa surpresa as quedas de determinadas ações após a divulgação de balanços trimestrais positivos. É o caso dos papéis do Itaú Unibanco e do Bradesco. As ações preferenciais do Bradesco caíram 3,11% hoje, após anúncio de lucro líquido de R$ 4,810 bilhões no terceiro trimestre, com alta de 7,8% em relação ao mesmo período de 2016.

Entre as ações que compõem o Ibovespa, as maiores quedas ficaram o Eletrobras ON e PN, que recuaram 6,08% e 5,90%, refletindo dúvidas do mercado quanto à possibilidade de atraso no cronograma de privatização da companhia.

As ações da Vale e da Petrobras foram importante contraponto às quedas da bolsa. No mercado à vista chinês, o minério de ferro teve valorização de 1,42%, para R$ 59,35 a tonelada seca em Quinqdao. A valorização favoreceu as ações ordinárias da Vale, que fecharam com alta de 2,24%. Já os preços do petróleo perderam fôlego à tarde e passaram a cair, mas não impediram Petrobras ON e PN de avançarem 0,69% e 0,78%, respectivamente. A petroleira anunciou hoje reajuste de 6,5% nos preços do GLP industrial.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-ibovespa-tem-3a-queda-seguida-e-perde-os-74-mil-pontos.br_conteudo/2017/11/economia/594224-ibovespa-tem-3-queda-seguida-e-perde-os-74-mil-pontos.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!