Jornal do Comércio >> PMI Industrial sobe para 51,2 pontos em outubro, mostra IHS Markit

O índice de gerente de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial do Brasil subiu para 51,2 pontos em outubro, de 50,9 pontos em setembro, informou a IHS Markit nesta quarta-feira (1). Dessa forma, o indicador permanece acima de 50 pontos, que é a fronteira entre a retração e a expansão da atividade.

Segundo a economista da IHS Markit Pollyana de Lima, esse desempenho anula qualquer dúvida sobre a retomada da atividade. “Os fabricantes brasileiros relataram aumentos adicionais nos volumes de produção e nos de registros de pedidos no início do último trimestre do ano, dissipando qualquer dúvida de que a recuperação observada até agora em 2017 seria temporária”, escreveu em nota à imprensa.

A novidade deste mês, segundo a instituição, é que o nível de empregos voltou a subir depois de dois anos e meio de queda. “Os postos de trabalho nas fábricas do Brasil cresceram pela primeira vez desde fevereiro de 2015, com o aumento sendo atribuído a novos projetos em fase de preparação”, escreve a IHS Markit em nota.

O nível de novos trabalhos recebidos pelos fabricantes aumentou pelo oitavo mês consecutivo, mas de forma modesta, refletindo a tendência para volume de produção, diz a instituição. Mas os pedidos do exterior caíram pela primeira vez desde abril.

Com exceção de bens de consumo, os outros dois grupos de mercado monitorados tiveram elevação da produção e de novas encomendas. Assim, os empresários investiram também na aquisição de insumos, depois de terem reduzido as compras em setembro. Em relação aos estoques de produtos e insumos, houve queda pelo 34º mês consecutivo.

Os preços das matérias-primas aumentaram em outubro, conforme relatos de empresários ouvidos pela IHS Markit, principalmente de energia, plásticos, papelão, metais e combustíveis. Dessa forma, os preços de fábrica subiram ainda mais, com a inflação atingindo um pico em 7 meses, segundo a instituição. “Com a demanda se mostrando suficientemente forte, o poder de precificação melhorou em outubro”, avalia Pollyana.

Já em relação à confiança no setor, houve redução, atingindo um recorde de baixa em 19 meses, em virtude especialmente das preocupações com a demanda básica.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-pmi-industrial-sobe-para-512-pontos-em-outubro-mostra-ihs-markit.br_conteudo/2017/11/economia/594112-pmi-industrial-sobe-para-51-2-pontos-em-outubro-mostra-ihs-markit.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!