Jornal do Comércio >> Dólar fecha em baixa após decisão de política monetária do BC dos EUA

O dólar manteve-se volátil nesta quarta-feira, alternando-se entre altas e baixas, mas firmou-se no campo negativo após a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos. Conforme esperado, o Fed decidiu manter a taxa dos Fed funds inalterada, na faixa entre 1,00% e 1,25%. Em seu comunicado, a autoridade monetária destacou que as condições econômicas devem evoluir de forma a garantir um aperto monetário gradual, o que reforça as apostas de aumento dos juros em dezembro deste ano.

O dólar à vista fechou em queda de 0,26%, a R$ 3,2631. O giro financeiro foi de US$ 1,258 bilhão. Na mínima do dia, atingiu R$ 3,2569 (-0,45%) e, na máxima, R$ 3,2924 (+0,64%).

Segundo operadores, o rumo da moeda americana no câmbio doméstico foi ditada pelo exterior, e o real acompanhou o movimento de seus pares emergentes. Reginaldo Galhardo, gerente de câmbio da Treviso Corretora, ponderou que, no cenário local, ainda pesam sobre os negócios as incertezas em relação à reforma da Previdência.

“Na dúvida, os investidores mantêm uma postura mais defensiva, o que impede que o dólar volte a ficar abaixo dos R$ 3,20”, afirmou Galhardo. Entretanto, ressalta, quando a moeda americana se aproxima dos R$ 3,30, exportadores e vendem dólares, mantendo a cotação abaixo desse patamar. “Agora, se a reforma da Previdência não sair mesmo, o mercado vai estressar e, se for aprovada, aumentará a credibilidade do País”, disse.

Voltando ao exterior, Alessandro Faganello, operador da Advanced Corretora, afirma que a reforma tributária proposta pelo presidente americano, Donald Trump, é outro motivo que pode levar o dólar a superar o patamar de R$ 3,30. “Essa reforma tributária, que promoverá o corte de impostos, atrairá mais empresas para os Estados Unidos, o que não será bom para o Brasil”, disse Faganello. “Enquanto isso, há a expectativa de alta dos juros nos Estados Unidos, enquanto aqui no Brasil eles ainda devem seguir em queda, ainda que mais moderada, tornando o mercado local menos atrativo para investidores.”

A escolha do novo presidente do Fed adiciona cautela aos negócios. Trump afirmou que irá escolher o sucessor de Janet Yellen na tarde desta quinta-feira e comentou que as pessoas ficarão “impressionadas” com sua escolha.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-dolar-fecha-em-baixa-apos-decisao-de-politica-monetaria-do-bc-dos-eua.br_conteudo/2017/11/economia/594225-dolar-fecha-em-baixa-apos-decisao-de-politica-monetaria-do-bc-dos-eua.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!