Jornal do Comércio >> Dólar pouco reage a reforma tributária nos EUA e Powell na presidência do Fed

O dólar teve reação tímida ao projeto de reforma tributária nos Estados Unidos apresentado nesta quinta-feira (2), e à indicação de Jerome Powell para a presidência do Federal Reserve a partir de 2018, em substituição a Janet Yellen.

A moeda americana chegou a fim da tarde levemente desvalorizada frente à divisa japonesa, cotada a 114,08 ienes, de 114,13 ienes ontem, enquanto o euro subia a US$ 1,1664, de US$ 1,1624 na sessão passada.

Os negócios praticamente não foram afetados pelo anúncio feito pelo presidente dos EUA, Donald Trump, revelando sua escolha para o comando do Fed a partir do próximo ano. Já era amplamente esperado pelo mercado a indicação do atual diretor da instituição Jerome Powell.

Mais cedo, os republicanos apresentaram na Câmara americana o projeto de reforma tributária, após os detalhes do documento serem vazados para a imprensa horas antes. A notícia pressionou momentaneamente a moeda americana, que logo voltou a operar perto da estabilidade ente as moedas fortes.

Antes disso, a libra havia caído à mínima em quatro dias em relação ao dólar, reagindo à decisão de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês). Apesar de ter elevado sua taxa básica de juros, o BoE emitiu comunicado avaliado como ‘dovish’ pelos agentes do mercado, que viram sinais de aperto monetário limitado e gradual.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-dolar-pouco-reage-a-reforma-tributaria-nos-eua-e-powell-na-presidencia-do-fed.br_conteudo/2017/11/economia/594379-dolar-pouco-reage-a-reforma-tributaria-nos-eua-e-powell-na-presidencia-do-fed.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!