Valor >> Powell no comando do Fed impactará pouco emergentes, diz Capital

SÃO PAULO  –  A escolha de Jerome Powell como presidente do Federal Reserve significa que as ações do banco central dos EUA vão importar menos do que outros fatores para os mercados emergentes no curto e médio prazos, diz Neil Shearing, economista-chefe de mercados emergentes da Capital Economics.

Segundo o economista, os países emergentes enfrentam desafios atualmente muito mais impactantes no curto prazo, como vulnerabilidades econômicas da China e as próprias políticas domésticas, do que os efeitos do aperto monetário gradualista atual do Fed, que deve se manter inalterado com a posse de Powell à frente do BC dos EUA.

Para Shearing, “os próprios mercados emergentes também se tornaram menos sensíveis às mudanças nas políticas do Fed desde que o banco central americano começou o ciclo de aperto monetário”.

O economista da Capital Economics chama a atenção para a mudança de quatro nomes no conselho do Fed para o ano que vem, o que pode levar a uma guinada mais “hawkish” de posições dentro do banco central americano. “Quarles [novo vice-presidente de regulação do Fed] é um falcão e John Taylor [que disputou com Powell a sucessão de Yellen] ainda está na linha para uma indicação a vice-presidente do Fed”, considera.

Taylor, economista da Universidade de Stanford e conhecido pela criação da “regra de Taylor” para definição de juros de política monetária, tem sido uma voz crítica do ritmo gradualista de alta de juros imprimida pela atual presidente da autoridade Janet Yellen.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/financas/5180547/powell-no-comando-do-fed-impactara-pouco-emergentes-diz-capital.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!